Acesso Restrito

Esqueci a senha?

Notícias

Nossa seção de notícias, fique informado.

Notícias

Prevenir é sempre melhor do que reparar

Prevenir é sempre melhor do que reparar Postado em December 27, 2012

Prevenir é sempre melhor do que reparar

          Há algumas décadas o período de entressafra era mais longo e as operações de manutenção ou reformas, via de regra, eram feitas através da desmontagem quase que integral dos equipamentos. A mão de obra necessária era dos próprios operadores dos processos das usinas que assumiam outras funções na parada, fazendo a reparação dos equipamentos.
          Com a introdução das variedades precoces de cana esse panorama começou a sofrer modificações, pois as usinas começaram a moer mais cedo do que de costume e o tempo de entressafra foi reduzido consideravelmente.
          Paralelamente, a adoção de sistemas de controle automatizados, permitiu a redução de mão de obra necessária à operação da indústria, diminuindo também o número do pessoal disponível para os reparos, e decorrente disso, vários serviços passaram a ser terceirizados.
          Com o aumento da capacidade e também da complexidade da indústria ocorrida nos últimos anos, rapidamente se percebeu que a tradicional manutenção feita de maneira corretiva durante a entressafra, ou mesmo nas paradas, não eram mais adequadas ao estado de evolução da indústria, nem aos princípios de eficiência que passaram a ser adotados.
          Diante desse novo desafio, foi necessário procurar por novas maneiras para equacionar a questão de se manter a indústria apta a realizar seu trabalho na safra, com o menor tempo de manutenção possível e evitar defeitos ou quebras inesperadas que pudessem comprometer a eficiência da indústria.
          Foi assim que gradativamente as usinas passaram a adotar técnicas de manutenção preditiva que já haviam sido desenvolvidas para outros segmentos industriais em substituição ao modelo de manutenção corretiva.
          Como as usinas são dotadas de múltiplos equipamentos rotativos, a análise de vibrações, entre as demais ferramentas de diagnóstico, permitiu prever através da comparação com registros anteriores, quando rolamentos, mancais e outros pontos semelhantes começam, a apresentar desgastes que podem impedir seu correto funcionamento.
          Ao longo do tempo os dados coletados vão proporcionando um histórico confiável para cada equipamento de forma a se prever com maior precisão a possibilidade de falhas e consequentemente agir de forma a evitar a parada por quebras inesperadas dos equipamentos e de seus componentes.
(FPM, Jornal Cana)

Últimas Notícias

Embraer e WEG fazem parceria para desenvolver avião elétrico

Embraer e WEG fazem parceria para desenvolver avião elétrico

Leia mais
Fiat Chrysler apresenta proposta de fusão à Renault

Fiat Chrysler apresenta proposta de fusão à Renault

Leia mais
Grupo HEINEKEN inaugura parque eólico no Ceará

Grupo HEINEKEN inaugura parque eólico no Ceará

Leia mais

Localização


Rua Severino Massa Spinelli, 270, Sala 20,
Tambaú, João Pessoa / PB
CEP: 58039-210

(83) 3021.8821
(83) 99336.5973
(83) 99336.4318
(81) 99487.2507
atendimento@dmepreditiva.com.br